Cinco passos para iniciar a reforma perfeita
Confira estas dicas para uma obra sem dor de cabeça
09.02.2018

 Reformar a casa e ter aquele cômodo tão desejado é o sonho de muita gente. Iniciá-la de forma errada pode dar uma grande dor de cabeça no futuro, por isso confira estes cinco passos para começar a reforma perfeita e fugir dos problemas.

1. Planeje
Antes de iniciar uma reforma, é preciso planejar. Decida quais cômodos quer mudar e imagine tudo o que gostaria de incluir. Para ajudá-lo, desenhe, faça colagens e procure referências.

2. Calcule o orçamento
Quanto você está disposto a gastar na reforma? Depois de decidir tudo o quer mudar em sua casa, é importante pesquisar preços para ter uma ideia do orçamento. É essencial lembrar que, além dos materiais de construção, dos objetos e da decoração, muitas vezes, uma mão de obra terceirizada será necessária.

3. Busque ajuda profissional
Uma mão de obra especializada faz toda a diferença para uma reforma sem dor de cabeça. Por isso, contrate especialistas de confiança para que a reforma fique pronta no período previsto.

4. Tenha prioridades
Alguns itens são de extrema importância para que a reforma seja bem-feita. Lembre-se de considerar, por exemplo, pontos de interruptor e tomada. Outros aspectos muito importantes durante a obra são os prazos de entrega, o acesso dos profissionais ao local, as regras do condomínio para a carga e a descarga e o horário máximo permitido para fazer barulho.

5. Evite:
• Contratar profissionais sem boas referências ou indicação;
• Reformar mais de um cômodo por vez e com os mesmos profissionais;
• Comprar itens de decoração antecipadamente. Espere para ver o que orna com o resultado final e o quanto sobra em seu orçamento.


Fonte: revista Zapimoveis

 

Outras notícias

Quase dez mil pessoas que viviam em situação de vulnerabilidade social são beneficiadas com a entrega da fase 2 do empreendimento
Saiba mais

Caixa ainda promete contratar 650 mil novas unidades este ano
Saiba mais

Matéria do Diário do Litoral conta como mulheres reescreveram suas histórias ao conquistarem a casa própria. Elas respondem por 86,8% das escrituras do Minha Casa, Minha Vida
Saiba mais